COOASGO inicia em Rio Verde, alojamento de sua Granja Multiplicadora de Matrizes

Foto: Divulgação Assessoria COOASGO
Unidade deve receber até o mês de abril, um total de 5.000 matrizes produtivas, que serão responsáveis por uma produção média de 50.000 fêmeas para comercialização e 110.000 animais para abate

O último sábado, 16 de janeiro de 2021, ficará marcado na história da Cooperativa Agropecuária São Gabriel do Oeste – COOASGO. Após quase dois anos de obras, chegou o tão esperado dia em que a Granja Multiplicadora Rio Verde, recebeu os caminhões carregados com as primeiras fêmeas que irão compor o plantel produtivo da unidade.

Ao todo, 600 matrizes foram alojadas entre o sábado e domingo (17), oriundos da Granja Dona Clara – Granja de Reprodutores Suídeos Certificada (GRSC) da Agroceres PIC e da Granja Brasil – granja núcleo do desenvolvimento genético da Agroceres PIC no Brasil.

Etapas de construção

Com um projeto cujo investimento é estimado em cerca de R$ 55 milhões, as obras da Granja Rio Verde iniciaram ainda no início do ano de 2019, em uma área total de 44,5 mil metros quadrados, localizada no município de Rio Verde de Mato Grosso (MS), sendo realizada inicialmente a abertura da estrada de acesso a unidade, já prevendo a grande quantidade de veículos que trafegariam pelo trajeto, tendo em vista a necessidade de entrada de materiais na obra.

Trabalhos esses, desenvolvidos em parceria com o Governo do Estado, que através da Agesul, cedeu equipamentos para a execução dos trabalhos de abertura e conservação da estrada de acesso. Na sequência, foi dado início aos trabalhos de movimentação de terra e nivelamento do terreno para o início das construções.

Novos conceitos construtivos foram aplicados no projeto da granja, garantindo a durabilidade das construções e minimizando a necessidade de manutenção e entrada de pessoal na unidade, visto que uma granja GRSC possui restrições de acesso, afim de garantir a sanidade do seu plantel.

 

Foto: Assessoria de Comunicação COOASGO
Tecnologia de ponta

A Nova Multiplicadora Rio Verde, nasce num conceito de ser uma granja onde os recursos naturais serão preservados ao máximo, onde todo o dejeto gerado será processado por biodigestores circulares, que possibilitam o máximo aproveitamento na produção de Biometano, combustível este que será utilizado na geração de energia elétrica autossustentável da granja.

O biofertilizante produzido na granja será distribuído em quase 600 ha da propriedade, garantindo com que a fertilidade do solo seja aumentada, e que com isto o produtor aumente a atual capacidade de lotação em pelo menos em 4 vezes.

Toda a água recolhida nos telhados da unidade será coletada por calhas, que a conduzirão por tubulações apropriadas até duas cisternas que serão responsáveis por fazer o acumulo de água no período chuvoso, que posteriormente será reutilizada no período seco do ano. Desta forma o projeto terá uma redução significativa do volume de água acumulada nos poços artesianos.

Para a distribuição de ração entre os barracões, a equipe da COOASGO enfrentou um grande desafio, que era o de restringir o trânsito de veículos no entorno da granja. Para isso, surgiu a ideia de instalação de um sistema denominado de “Dry Rapid”, que consiste na descarga de material em silos fora da área de segurança da granja e por um sistema fechado de tubos e correntes, onde a ração é transportada abastecendo os 30 silos distribuídos pelo interior da granja.

 

Foto: Assessoria Comunicação COOASGO
Capacidade de produção

Como a primeira Granja Multiplicadora GRSC da Cooperativa Agropecuária São Gabriel do Oeste – COOASGO, em parceria com a Agroceres Pic, a Granja Rio Verde, deve concluir a entrada do seu último lote de leitoas em abril deste ano. Ao todo, serão 5.000 matrizes produtivas, que terão uma média de produção estimada em 50.000 fêmeas Camborough ao ano, que estarão aptas para comercialização em qualquer estado brasileiro.

Além da produção de fêmeas reprodutoras, a unidade também produzirá em média mais 110.000 animais anualmente, que serão encaminhados aos parceiros da COOASGO para terminação e posterior abate no frigorífico Aurora Alimentos, unidade de São Gabriel do Oeste – MS.

Fonte: Assessoria de Comunicação Cooasgo

 

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias semelhantes