Presidente da Bolívia anuncia fechamento das fronteiras com o Brasil

O presidente da Bolívia, Luis Arce, anunciou pelo Twitter que as fronteiras com o Brasil serão fechadas por sete dias. A expectativa é que isso aconteça a partir da 00:00 horas desta sexta-feira (02) e que uma espécie de lockdown seja feito nas cidades fronteiriças.

“No marco das medidas para proteger a população, instruímos o fechamento temporário das fronteiras com o Brasil, por sete dias. Os Ministérios da Saúde, do Governo da Bolívia e das Relações Exteriores providenciarão o fechamento temporário de outros pontos, com base na situação epidemiológica”, disse o presidente, pelas redes sociais.

O objetivo das medidas bolivianas é prevenir a entrada da variante brasileira P.1 no país.

Vacinação em massa

Nesta quinta-feira, Porto Quijarro, cidade boliviana vizinha à sul-mato-grossense Corumbá, a 415 quilômetros de Campo Grande, recebe 16.800 doses de vacina contra a Covid-19, que somam-se às mais de 11 mil doses do início da semana.

Essa é a primeira fase da campanha de vacinação em massa por lá. Mais doses devem chegar na próxima semana.

A Bolívia já soma 272.411 casos de Covid-19, com 12.257 mortes. No Brasil, 12,7 milhões de pessoas já foram contaminadas pelo novo corona vírus e 321.515 morreram. Os dados são do site Our World in Data.

A população do Brasil, segundo o IBGE, é 211 milhões de pessoas. Da Bolívia, 11,7 milhões.

A Argentina também está com as fronteiras fechadas com o Brasil por conta da Covid-19.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Notícias semelhantes